Arquivo da tag: balada

[Análise do JC]- Quanto investir num início de relacionamento

Segue o caso do leitor em itálico, meus comentários em negrito, e ao fim, a conclusão:

 

“Fiquei com uma garota na noite, bonita e bastante tímida, peguei o contato e conversamos por facebook no dia seguinte. Eu tinha achado ela bem legal e tínhamos muitas coisas em comum e por isso convidei para sair no fds seguinte (sexta). 
Ela sugeriu um cinema porque trabalhava no dia seguinte e tudo ocorreu normalmente, foi legal e logo marcamos um segundo dia que acabou sendo um sushi na segunda. Foi tudo certo também, eu dei uma esquentada de leve mas ela freiou e pediu para voltar para casa.
Durante a semana nós trocamos msg (sempre por iniciativa minha) (aí que já pode ter feito errado) e as respostas foram sempre interessadas, marcamos de nos encontrarmos de novo no domingo, mas no sábado quando eu fui perguntar para ela se tava certo para o domingo ela falou que tinha saído na sexta para uma night e tinha ficado com dor de garganta e desmarcou e não falou mais nada, nesse momento percebi uma certa frieza dela. (vocês iam tomar sorvete por acaso? Que desculpa esfarrapada)
 

 

No domingo pelo chat do facebook puxei um papo (no dia seguinte do bolo já foi puxar papo? Falhou) e falei que gostava de sair com ela e queria saber se ela queria continuar saindo comigo ( tentei ser franco e botar de uma maneira mais direta evitando que ela me enrolasse caso quisesse parar), ela falou que também gostava de sair comigo e que não tinha me dado bolo, que ficou mal mesmo. Falei beleza e perguntei se ela queria marcar alguma coisa, ela disse que só poderia no próximo domingo por estar enrolada (detalhe, quem estava sendo enrolado era você, mais do que um macarrão). Durante a semana, por desconfiança de estar dando muita atenção para ela (aleluia!), não falei nada e nem ela. Já na sexta mandei uma msg perguntando se estava confirmado domingo, ela veio falando que estava muito ocupada mas não respondeu a pergunta, ainda assim mais tarde eu perguntei de novo ela disse que faltava muito para o domingo ainda, “vamos ver” disse . Bom daí entendi que ela não queria mais sair, brinquei que ela complicava muito e me despedi. Fiquei sabendo que nesse dia ela tinha saído para a night. (até o Chapolim suspeitou desde o princípio)
 

 

O caso é, meu caro Don, que no início eu não ligava muito (ligava não, mas já nas mensagens…) e depois de sairmos juntos esse desfecho me incomodou. Gostaria de saber de você se devia ter parado de tentar antes, se foi na hora certa ou se não deveria ter parado, que ainda poderia/pode rolar algo. Cabe uma observação que a amiga com quem ela sempre sai tinha acabado de terminar o namoro e queria curtir a solterice com ela, chamando sempre para várias noitadas, repudiando qualquer relacionamento mais fixo. (isso influenciou mas não foi o principal)
Sinta-se a vontade para criticar, seria legal ter a garota de volta, mas meu principal interesse é aprender com os erros, então pode criticar a vontade.
 

 

Valeu pela ajuda e muito sucesso pra você!

 

 

É meu amigo…
o jogo da pegação nunca foi simples como muitos acham que é.

 

Pelo o que percebi, você foi tomando iniciativas em procurá-la depois que ficaram, acreditando que esse é o papel do homem.
Nesse ponto até concordo contigo.
Só achei que depois do segundo contato, no sushi, não precisava ficar mandando mensagens durante a semana. Seu erro começou aí.
Certamente foi com muita sede ao pote, jogador…
Já aconteceu de você estar morrendo de vontade de dar um gole numa garrafinha d’água e pegar com tanta pressa que chegou a derrubar? Então.
Tanto que ela deu o perdido, foi pra balada e – tadinha né – ficou com dor de garganta.

 

Tudo isso porque comunicou pra ela algo do tipo “gostei de você, no momento não tenho interesse em nenhuma outra garota e por mim topo um romance contigo“.

 

Entendo que suas intenções eram boas, mas disso o inferno está cheio.
Para a relação progredir a garota também deve se mexer. E é papel do JC dar espaço para que isso acontece e observar com olhar crítico cada passo dela.

 

 

Em seguida você tentou ser franco, tipo colocar as cartas na mesa para saber qual era a dela.
Essa jogada não há de ser feita meu brother. Pelo menos no início de uma relação que talvez nem vire relação.
Mulheres e pessoas em geral não curtem ser colocadas contra a parede.
E ressalto que é seu dever se ligar na intenção dela.
Na dúvida, vale mais a pena não dar nenhum passo, do que se precipitar.
Naturalmente, após mais uma série de contatos e investidas suas, ela o enrolou bonito e caiu na balada novamente.

 

Da próxima vez, deixa as mensagens como exceção da exceção. Ficar mandando msg direto é coisa de mulher. Prefira por ligar.
Outra coisa, o interesse, a paixão, despertam mais na ausência da pessoa.

 

O importante mesmo é perceber que você se equivocou um pouco na dinâmica pegatória, isso é certo.
Mas saiba que outros motivos podem ter impedido a continuidade da relação, como

 

1- ela está em ritmo de festa e não quer um rolinho agora (lembra da música do Silvio Santos? É ritmo…. é ritmo de festa!!!)
2- ela simplesmente não te curtiu tanto
3- ela é maria-vai-com-as-outras e deixou a amiga impedir o amor entre vocês (o que considero improvável)

 

Vou te falar rapaz… já tive momentos bons com certas garotas e por qualquer motivo, a parada não andou mais pra frente.
Assim como engrenou com outras e resultou em histórias bem legais, de semanas, meses ou até anos.
O jogo é assim e você não pode parar de jogar.

 

Abraço do DON

Principais erros que homens cometem na balada

What´s up??!!!!

Trago hoje um excelente artigo da Real Social Dynamics (http://www.realsocialdynamics.com/)

Para quem não conhece, essa é uma empresa especializada em dinâmicas sociais e vida amorosa (assim como o MDJC), fundada por um sujeito apelidado Tyler Durden – em homenagem ao personagem do filme “Clube da Luta” – e seus amigos.

Você perceberá algumas semelhanças com o Manual, pois eles também focam na naturalidade, na confiança e não em técnicas manipulatórias de ego.

Seguem abaixo os maiores erros que caras inseguros cometem. A maioria deles, na balada:

Escaneamento de aproximação
– Isso acontece antes mesmo da própria aproximação… O cara escaneia a sala procurando uma garota para conversar, vê uma garota atraente, e ai começa a imaginar quaisquer razões para não aproximar. “Ela está com alguém… ela é muito alta… ela está de mal humor…” Bom, você vai errar 100% das tentativas que não fizer, então ao invés de procurar razões para não aproximar, deixe que o processo seja: “Garota… garota gostosa… pegar garota gostosa!!!


Órbita Decadente

– Aqui existe o cara que é decidido a aproximar, mas ao invés de ir diretamente ao seu alvo e abrir dominantemente, ele faz círculos em volta – gradualmente se aproximando e finalmente abrindo com um tapinha tímido. YUK. Quando vejo a garota que quero, eu sou um HOMEM EM UMA MISSÃO. Nada entra no caminho entre eu e ela, e ela sabe disso. Mover dominante e com propósito… deixe a perceber que é um homem que vai atrás do que quer… um homem que agarra no touro proverbial pelos chifres.

O conversador distante
– Algum chute pra qual a distância ideal quando conversando com um garota ( na boate)? A resposta é uma cabeça de distancia… isso é BEM mais perto do que você imagina. Fique confortável estando perto.


Entrando no modo de entrevista

– Jogo é a expressão do próprio, se o holofote estiver nela, por padrão significa que sua expressão própria esta no minimo. Vá primeiro – se coloque pra fora e deixe que ela te siga. Então nada de “O que gosta de fazer?”, vá primeiro e deixe ela seguir… “Eu realmente gosto de esportes” geralmente vai ser seguido por ela respondendo, falando o que ela gosta. Compartilhe sua opinião… não seja um repórter imparcial, deixe-a saber o que pensa “Isso é estranho… me lembra uma vez que…”


Crescendo raízes

– Pessoal, não é “vamos ficar aqui e conversar por 2 horas e depois voltar pro meu.” Não é assim que funciona… é mais assim “Vamos para o bar… agora vamos dançar… agora vamos relaxar… agora de volta pro bar… agora pra fora… agora alguma coisa pra comer… agora de volta pro meu.” Deixe-a com o habito de te seguir nas coisas pequenas primeiro, antes de ir para as grandes. Isso nos leva ao próximo ponto:


Lutando contra a correnteza

– Olha, se você ta conversando com uma garota e ela tiver ali com um copo vazio, tenho notícias pra você – alguma hora ela vai ir até o bar. Você pode segura-la num lugar por certo tempo até que ela sinta sede. Se uma garota gosta de dançar… você vai conseguir segura-la no sofá por certo tempo ate que ela queira ir dançar. Se ver uma garota olhando pelos amigos… ela vai ir procurar eles não importa o quanto charmoso seja. Ao invés de lutar contra a correnteza e tentar segura-la, trabalhe como momento dela. Significando, quando ver um copo vazio diga “estou com sede, vem comigo ao bar”. Quando vê ela procurando os amigos, antecipe-se andando com ela para procura-los “ei, seus amigos sumiram… vamos procurá-los”. Fala sério, o que ela iria dizer…”não”, ”vai se fu***” ??

Gire as rodas

– Certo, você ta na balada, a garota ta no espirito da festa e realmente gosta de você. Bom, não importa o quanto interessante você seja, só é possível uma conversa amigável por tanto tempo, alguma hora vai ficar ENTEDIANTE. Ou pior ainda, vai pensar que é um cara que tem medo de avançar. Isso é TÃO comum: menino gosta de menina… menina gosta de menino… menino e menina conversam por uma hora… menino faz nada pra demonstrar interesse, tanto fisicamente quanto verbalmente… menino e menina se separam. Menina conclui que menino não gosta dela, se sente insegura, desenvolve um distúrbio alimentar.

Discurso de preenchimento
– Acontece quando o cara tem medo de revelar sua pessoa e os próprios pensamentos, então ele procura preencher a conversação com estímulos externos, “é a luz desse bar é muito legal… o dj dessa noite é muito bom… é eu to bebendo vodka”. Pare de se esconder – diga o que realmente tem na sua mente.


Não comunicar interesse

– Vou deixar isso simples. A garota não vai gostar de você até você gostar dela. A garota não vai saber que gosta dela, até que DEMONSTRE que gosta dela. E você pode demonstrar verbalmente ou não – mas se tiver um problema com isso, faça agora mesmo uma resolução que as próximas 100 garotas que conversar vai dizer que “você é gata”, “você é sexy” ou “eu gosto de você”. PONTO… SEM EXCEÇÕES…

Sem físico
– Bem simples, fique BEM confortável com a escalação física. Como? Seja tocador( touchy). A prática leva a perfeição… não é complicado.

Assumindo o Fora
– ARGH, não sei quantas vezes já vi um cara ejetar de uma garota que gostava dele apenas pra dizer “verdade? Você acha que ela tava afim de min?” depois de apontar o óbvio. Pessoal – se ela ta falando com você ta interessada. É simples assim. Pra ser claro – ela ta afim de você a não ser que faça brutalmente claro o contrario.

Ignorando os Amigos
– Tome um minuto pra se introduzir e conversar com os amigos, isso vai deixar seu trabalho bem mais fácil adiante.

Sem tentar fechar
– Assuma que vai fechar (dar um beijo, pegar o telefone, levar para outro lugar), tenha verificação de uma forma ou de outra. Sem exceções.

E finalmente…
Se importar com o que outros pensam – Repita: EU NÃO DOU A MINÍMA PRO QUE OS OUTROS PENSAM.
Muito bem, agora fala com vontade.

É isso aí rapaziada, muitos de nós já cometemos algum desses deslizes, agora você sabe que são atitudes de um Jogador barato!

abraço do DON!


Mantendo o foco

Da-lhe rapaziada como vão vocês!?? Espero que muito bem, pois eu vou!

 

Seguindo a série de artigos sobre O JOGO e a nossa relação com a mente feminina, dessa vez vou falar sobre a objetividade que um Jogador Caro deve ter ao estar com a garota.

Sempre que sentir-se atraído e for puxar assunto, saiba que essa pode ser sua única oportunidade com a gata. Portanto, no desenrolar da conversa, é necessário ter uma percepção para saber que rumo o papo está levando. Conversas banais sobre notícias, o tempo, etc.., podem ser boas para criar um conforto com ela, mas não devem ser muito longas. O quanto antes tocá-la, fazê-la rir, perguntar ou comentar algo sobre o comportamento/personalidade dela,  mais rápido será a conquista.

Acontece que muitos caras deixam de manter esse foco. Ficam lá, de papinho furado para sempre, curtindo milhões de fotos no facebook delas, falando de balada, do BBB, sendo apenas engraçados ou atenciosos (ver https://omanualdojogadorcaro.wordpress.com/2011/11/26/analise-do-j-c-sera-que-ser-apenas-engracado-te-faz-atraente/), por isso acabam caindo na zona da amizade, quando desde o primeiro dia já queriam agarrá-la.

Temos que ser sinceros com nossos instintos e fazer aquilo que as mulheres esperam: conduzir a coisa o mais rápido possível para que vocês se conheçam, desenrolem, notem se rola atração, e fechem o negócio. É nosso papel fazer isso acontecer em 90% dos casos.

Outro exemplo em que manter o foco é essencial se dá na balada. Quando uma gata da hora te olha bem nos olhos e acontece aquela faísca, vai objetivo falar com ela rapaz!!! No máximo, pode observar um pouco com quem ela está, se é de boa para abordar ou então faz sinal para que venha até você. Nem se explique porquê está ali, ela sabe o que quer dela, basta puxar assunto. Aliás, nunca fique uma hora ou mais alugando o ouvido dela, pois quando isso acontece, você sub-comunica que está rolando sintonia entre vocês mas que não tem atitude para levar o lance à um nível a mais. Vejo isso o tempo todo (e todos da balada também).

trá lá lá e o tempo passando....

Mais uma forma de manter o foco é na hora de beijá-la. Nunca deixe o acaso decidir o momento para isso… faça acontecer! Tenha em mente o lugar que vocês estão, a vibe, a possibilidade.. se vai ser no caminho para algum local, se vai ser uma pegada mais forte ou mais suave e safada… se tu vai começar abraçando ela por trás, dando um beijo no pescoço/no ouvido.. ou se vai bem perto da boca dela causar uma tensão… tudo isso é bom decidir instintivamente momentos antes, como mais te agradar, sempre!

Ser objetivo é atributo não apenas de um J.C., mas de qualquer homem que é focado na conquista de suas metas

 

Abraço do Don!


Foque nas garotas certas

Fala cambada de Jogador Caro!

Vejo tantos por aí dizendo “como faço para conquistar aquela garota“, ou “quero reconquistar minha ex“…. Sem contar na balada, quando o sujeito fica 30 minutos ou mais alugando o ouvido de uma e depois que não da em nada, fica chateado.

Se você já passou por essas situações, aqui vai uma dica do Don: FOQUE NAS GAROTAS CERTAS!!!

Ta bom, eu sei que brasileiro não desiste nunca rapaz… Mas esse ditado popular é inútil no jogo da atração.

Muitos caras custam a se dar bem por causa disso.

Primeiro: desenvolva qualidades atraentes. Quanto mais cuidar do seu jardim, mais borboletas virão.

Segundo: é imprescindível ter o feeling de quando a mulher ficaria contigo. Com o tempo, conversando, provocando, conhecendo várias, você passa a perceber rapidamente o interesse  da parte delas, seja pelos seus olhos, papo, jeito, etc…

Mas… como mulher é bicho danado e domina a linguagem corporal 1000 vezes mais rápido que nós, muitas disfarçam esse olhar interessado, sabendo que pode estar na frente de um Jogador dotado de brilhante percepção. Entretanto, nas primeiras palavras, no tom de voz dela, nas expressões, ou seja, no desenrolar da interação, é fácil notar um leve interesse.

Tenham preferência por essas senhoritas rapaziada, as interessadas e interessantes.

Por que gastar energia tentando conquistar ou seduzir a todo custo uma garota que não vale a pena? Daquelas que se acham a última trakinas do pacote e não colaboram para a conversa, só sabem fazer aqueles testes para que o SEU interesse alimente o EGO dela?

Ok, existem casos em que ela se mostra toda interessada, você sabe que pode rolar um lance, mas na hora H ela evita o beijo. Isso acontece muito em balada certo?
Então… o que você deve fazer: peça o telefone e saia fora, ou diga para ela esperar e vai lá com seus amigos se divertir, falar com a mulherada, daquele jeito, curtindo! Se ela ficar esperando ou olhando muito para você, volte com um sorriso e diga no ouvidinho dela:

é tua última chance de ser feliz hoje

Ainda falando na garota certa, digamos que vocês vão sair pela primeira vez depois de se conhecerem.
Porém, nota que ela não tem tempero algum. Não puxa assunto, fala mal das pessoas, reclama das coisas, é uma CHATA. Ou imagine qualquer coisa que seja desagradável para você. Vale a pena perder seu tempo com uma dessas? Que tal procurar outra que combine mais contigo e que possa proporcionar momentos mais entusiasmantes para ambos?

Por isso devemos ter em mente quais qualidades nos atraem numa mulher. Para mim com certeza os atributos físicos importam, além de outras coisas, como ser bem feminina, positiva, espontânea, sexy, inteligente… enfim, cada mulher tem seu diferencial, mas existem características que observo e dou bastante valor.

Quanto mais nítida for tua visão sobre o tipo de mulher que lhe agrada, mais rápido ela aparecerá na sua vida. A questão é se você vai estar preparado para jogar bonito…

Abraço do DON