Arquivo da tag: atração

[Análise do JC]- Quanto investir num início de relacionamento

Segue o caso do leitor em itálico, meus comentários em negrito, e ao fim, a conclusão:

 

“Fiquei com uma garota na noite, bonita e bastante tímida, peguei o contato e conversamos por facebook no dia seguinte. Eu tinha achado ela bem legal e tínhamos muitas coisas em comum e por isso convidei para sair no fds seguinte (sexta). 
Ela sugeriu um cinema porque trabalhava no dia seguinte e tudo ocorreu normalmente, foi legal e logo marcamos um segundo dia que acabou sendo um sushi na segunda. Foi tudo certo também, eu dei uma esquentada de leve mas ela freiou e pediu para voltar para casa.
Durante a semana nós trocamos msg (sempre por iniciativa minha) (aí que já pode ter feito errado) e as respostas foram sempre interessadas, marcamos de nos encontrarmos de novo no domingo, mas no sábado quando eu fui perguntar para ela se tava certo para o domingo ela falou que tinha saído na sexta para uma night e tinha ficado com dor de garganta e desmarcou e não falou mais nada, nesse momento percebi uma certa frieza dela. (vocês iam tomar sorvete por acaso? Que desculpa esfarrapada)
 

 

No domingo pelo chat do facebook puxei um papo (no dia seguinte do bolo já foi puxar papo? Falhou) e falei que gostava de sair com ela e queria saber se ela queria continuar saindo comigo ( tentei ser franco e botar de uma maneira mais direta evitando que ela me enrolasse caso quisesse parar), ela falou que também gostava de sair comigo e que não tinha me dado bolo, que ficou mal mesmo. Falei beleza e perguntei se ela queria marcar alguma coisa, ela disse que só poderia no próximo domingo por estar enrolada (detalhe, quem estava sendo enrolado era você, mais do que um macarrão). Durante a semana, por desconfiança de estar dando muita atenção para ela (aleluia!), não falei nada e nem ela. Já na sexta mandei uma msg perguntando se estava confirmado domingo, ela veio falando que estava muito ocupada mas não respondeu a pergunta, ainda assim mais tarde eu perguntei de novo ela disse que faltava muito para o domingo ainda, “vamos ver” disse . Bom daí entendi que ela não queria mais sair, brinquei que ela complicava muito e me despedi. Fiquei sabendo que nesse dia ela tinha saído para a night. (até o Chapolim suspeitou desde o princípio)
 

 

O caso é, meu caro Don, que no início eu não ligava muito (ligava não, mas já nas mensagens…) e depois de sairmos juntos esse desfecho me incomodou. Gostaria de saber de você se devia ter parado de tentar antes, se foi na hora certa ou se não deveria ter parado, que ainda poderia/pode rolar algo. Cabe uma observação que a amiga com quem ela sempre sai tinha acabado de terminar o namoro e queria curtir a solterice com ela, chamando sempre para várias noitadas, repudiando qualquer relacionamento mais fixo. (isso influenciou mas não foi o principal)
Sinta-se a vontade para criticar, seria legal ter a garota de volta, mas meu principal interesse é aprender com os erros, então pode criticar a vontade.
 

 

Valeu pela ajuda e muito sucesso pra você!

 

 

É meu amigo…
o jogo da pegação nunca foi simples como muitos acham que é.

 

Pelo o que percebi, você foi tomando iniciativas em procurá-la depois que ficaram, acreditando que esse é o papel do homem.
Nesse ponto até concordo contigo.
Só achei que depois do segundo contato, no sushi, não precisava ficar mandando mensagens durante a semana. Seu erro começou aí.
Certamente foi com muita sede ao pote, jogador…
Já aconteceu de você estar morrendo de vontade de dar um gole numa garrafinha d’água e pegar com tanta pressa que chegou a derrubar? Então.
Tanto que ela deu o perdido, foi pra balada e – tadinha né – ficou com dor de garganta.

 

Tudo isso porque comunicou pra ela algo do tipo “gostei de você, no momento não tenho interesse em nenhuma outra garota e por mim topo um romance contigo“.

 

Entendo que suas intenções eram boas, mas disso o inferno está cheio.
Para a relação progredir a garota também deve se mexer. E é papel do JC dar espaço para que isso acontece e observar com olhar crítico cada passo dela.

 

 

Em seguida você tentou ser franco, tipo colocar as cartas na mesa para saber qual era a dela.
Essa jogada não há de ser feita meu brother. Pelo menos no início de uma relação que talvez nem vire relação.
Mulheres e pessoas em geral não curtem ser colocadas contra a parede.
E ressalto que é seu dever se ligar na intenção dela.
Na dúvida, vale mais a pena não dar nenhum passo, do que se precipitar.
Naturalmente, após mais uma série de contatos e investidas suas, ela o enrolou bonito e caiu na balada novamente.

 

Da próxima vez, deixa as mensagens como exceção da exceção. Ficar mandando msg direto é coisa de mulher. Prefira por ligar.
Outra coisa, o interesse, a paixão, despertam mais na ausência da pessoa.

 

O importante mesmo é perceber que você se equivocou um pouco na dinâmica pegatória, isso é certo.
Mas saiba que outros motivos podem ter impedido a continuidade da relação, como

 

1- ela está em ritmo de festa e não quer um rolinho agora (lembra da música do Silvio Santos? É ritmo…. é ritmo de festa!!!)
2- ela simplesmente não te curtiu tanto
3- ela é maria-vai-com-as-outras e deixou a amiga impedir o amor entre vocês (o que considero improvável)

 

Vou te falar rapaz… já tive momentos bons com certas garotas e por qualquer motivo, a parada não andou mais pra frente.
Assim como engrenou com outras e resultou em histórias bem legais, de semanas, meses ou até anos.
O jogo é assim e você não pode parar de jogar.

 

Abraço do DON

Análise do JC: A procura do grande amor

“As minhas experiências em relacionamentos não foram boas. Sempre acabaram de uma forma ruim, mas tentei aprender algo com eles. (dificilmente acaba de uma forma legal jogador. Se for por isso que essas experiências não foram boas, repense)
A história resumida é assim:
Meu primeiro namoro foi meio complicado… minha namorada terminou comigo pra ficar com outro, depois terminou com esse outro pra ficar comigo. (muitas mulheres são influenciadas por aquele conto de fadas fortemente exposto em novelas e filmes, onde estão num relacionamento sem graça e chega o príncipe encantado para resgatá-las)
Chegou a um momento que ela preferia ficar no msn conversando com outros do que me ver, quando chegou a esse ponto terminei com ela.
 
Minha segunda namorada me traiu num show com um cara que até então era meu ”amigo”, logo depois terminei o namoro, mas nós sempre dávamos o famoso ”remember”, nos encontrávamos algumas vezes durante a semana e tal… (foi traído e voltou a ficar com ela. Mau negócio)
 
Depois que estava na faculdade me envolvi com uma menina comprometida, após um tempo me apaixonei, oque só me trouxe problemas. Levou um tempo pra esquecer dessa jogadora. (abaixo vou ressaltar os prejuízos de pegar mulher dos outros)
 
No meio deste ano fui viajar com uns amigos para um sítio e lá encontrei uma menina que eu já ficava de vez em quando. Após três dias ficando com ela direto, no último dia ela ficou com o irmão da minha amiga, dona do sítio. (safada será?)
 
Vendo isso percebi que sempre que me apaixonei (tirando o ultimo caso, porque não deu tempo de rolar um sentimento mais forte), no fim das contas deu problema.
Claro que tirei algum aproveitamento, não dou minha confiança logo de cara, aprendi a ver as pessoas pelo que elas fazem e não pelo que dizem, não fico mais com mulher comprometida, entre outras coisas… enfim. Só que acredito que isso me fez ficar meio com pé atrás quanto a relacionamento de longo prazo. 
Eu quero algo mais sério, mas sempre que há a oportunidade meu ego entra em ação e destrói tudo. Nestes casos ainda não consigo controlar o ego. Mas acredito que logo mais, com o que aprendi com o MDJC, poderei resolver.
 
Mas caso haja uma solução para isso me diga por favor.”
E cantava o saudoso Martinho da Vila, ‘já tive mulheres de todas as cores… de várias idades… de muitos amores…’
Nosso camarada teve algumas decepções, isso é certo.
Mas tal fato se chama viver!
Pois o que caracteriza um cara experiente? Ele ter passado por experiências é claro. (boas e ruins)
Não tem como eu dar uma fórmula que te proteja de se surpreender com as mulheres, jogador. Até porque a maioria é piriguete hoje em dia.
O que você pode fazer é ter uma visão mais aguçada sobre a personalidade de cada uma.
Porque se envolver com alguém será sempre uma aventura.
Aos poucos se vai conhecendo as qualidades, os defeitos e o quanto somos importantes para ela.
No filme ‘Alfie’, o cara conhece o sexo feminino detalhadamente.
Uma das várias dicas interessantes que ele dá é ficar atento ao momento Oh-oh.
Tipo se a garota fala alguma coisa inconveniente sobre você na frente de seus amigos por exemplo…
Ou você nota que ela ri de tudo que um cara está falando, fica perto dele, tocando…
Pode ser ao dar uma crise de ciúmes e jogar o seu celular na parede.
São todos indícios de problema.
Não sei de você, mas de mulher-problema eu quero é distância!
E problema mesmo é pegar compromissada.
Tenho a impressão de já ter falado das possíveis hipóteses abaixo, mas lá vai o que acontece:
1-Você pega a garota, ela se apaixona, termina o namoro por sua causa e você não quer nada com ela. Ou até quer e aceita o perigo de ser o próximo corno da vez.
2-Você pega a garota e se apaixona. Mas ela nem liga e continua com o cara.
3-Você pega, ninguém se apaixona mas o cara descobre, podendo te perseguir, agredir ou coisa pior.
E tem a chance remota de ninguém se apegar e o cara não descobrir. Mas acho um jogo arriscado de apostar.
Quanto ao seu ego ficar preocupado se vale a pena investir em mais uma relação, meu brother, curte o momento.
Faça com que seja prazeroso, divertido.
Não se atenha a “poxa to querendo algo sério com alguém”. Concentre-se no presente e no AGORA!!
Seja uma fonte de coisas boas para as mulheres.
Tenho certeza absoluta que quanto mais você ficar no jogo, mais chances terá de encontrar aquela gatinha especial. Enquanto isso, pega mas não se apega!!
Para fechar, citarei o grande Dinho do Mamonas Assassinas:
Não tenho medo do amanhã… até porque ele não me pertence”.
Abraço do DON

Análise do JC= Indiretas ou DIRETAS?

“Então tenho uma duvida sobre comportamento feminino e acho que não teria ninguém melhor para me responder. (assim vou ficar convencido hein?!)

Estou enrolado com uma mulher a gente ficou uma vez e resolvemos manter contato, mando de vez enquando mensagem no celular as vezes ela responde, quando ela manda as vezes eu respondo ela também, por que creio eu que ela esteja ocupada como eu também estou para não responder, e quando ela não me responde também não fico enchendo o saco esperando uma resposta, pra mim respondeu bom, não respondeu também não fas diferença. (desde que não seja uma pergunta que foi enviada, está certo. Aliás, perguntas, quanto mais importantes, mais devem ser feitas por meio de telefone ou pessoalmente)

Às vezes quando ela ta online no face ela nunca puxa um assunto, creio que ela espera por minha atitude, as vezes quando puxo assunto ela me da um bom raport (sintonia), mas tem dia que parece que ela espera só eu entrar e puxar assunto pra me da um gelo e começar a descascar os homens postando coisas feministas ou que ela acha que vá fazer um efeito tipo : “” Não é ser fria, é ser cuidadosa. Não é ser grossa, é falar a verdade. Não é ser metida, é ter amor próprio. Não é ser difícil, é ser seletiva. Você precisa ser mais franca e esperta. Tanto homem por ai querendo uma mulher interessante igual a você, e você ai perdendo tempo atrás desse menino? Acorda amiga, mulher precisa de homem, e homem precisa de mulher. Meninos só precisam de uma mãe e um playstation. ” (que agressiva hein?)

E eu simplesmente acho isso engraçado, no dia que ela coloco isso, tambem colocou varias outras coisas ai eu resolvi postar “”eu hem credo da ate medo kkkkkk !!!!!”” (mandou MUITO bem, usando humor e dando um chega pra lá) no mesmo minuto ela curtiu meu comentário e postou “” Agora eu posso sair xau pra quem fica “”….. (sentiu que não está lidando com um menino e sim um jogador).  mais um detalhe, meu computador fica ligado o dia todo fazendo download e aki em casa tem uma oficina onde eu ajudo meu tio, quando n tem nada pra fazer eu venho mexer um pouco ai eu abro o face esqueço aberto, o mesmo acontece as vezes quando vou para academia, ai ela entra acho que fica um bom tempo esperando eu puxar assunto, e eu não puxo por que nem em casa eu to….. (isso é um fato que pode estar acontecendo mas o que ela pensa ou não, é problema dela) Ah ela tem 23 e eu 19 ……


Bom valeu Don Brigadão !!!!!!!

Acho divertido esses comentários feministas.

Apesar de tentar mostrar uma aparente sabedoria sobre o jogo, na verdade provam que estão com a mente ocupada pensando em NÓS e tendo atingir alguém.

Deixa eu ver se entendi…

Vocês ficaram uma vez e só. Aí agora está esse contato meia boca, certo?

Não posso dizer com propriedade como é a vida amorosa dela.

Pode ser que já tem outro cara no lance, pode ser que ela esteja louca por um convite seu.

O negócio é ser objetivo jogador, pois é isso que somos.

Decide de uma vez se está afim de dar uns pegas de novo e faz um convite forte. Não por mensagens ou facebook, mas por telefone.

Afinal de contas, qual o motivo de manterem contato depois de uma ficada?

Talvez seja por isso que lhe chamou de menino indiretamente (caso tenha sido para você a pedida).

Por não ter feito mais nenhum movimento. Apenas blábláblá.

Ainda mais pela garota ser mais velha, ela quer atitude.

Aí fica a dica simples do MDJC: tome uma atitude mais segura e convida. Caso a garota se faça de difícil, deixa a poeira baixar, veja se ela vai tomar iniciativa para compensar… e depois de um tempo quem sabe, você vai e convida novamente, sem apego, numa boa, como se ela nem tivesse recusado na primeira vez.

Se ela topar, garota de sorte. Se não, invista seu tempo em outra que valha a pena.

 

Abraço do DON


Jogador Caro= acima do bonzinho e do cafajeste (parte 2)

“Como atingir o nível acima do bonzinho e do cafajeste?

Digo que conhecendo bem a ambos.

(confira a parte 1 deste artigo)

Mas antes perceba que atualmente existe um condicionamento social para que homens e mulheres tenham os mesmos direitos e deveres.

 

Na parte 1 expliquei toda a trama. O papo de que mulheres eram injustiçadas, não tinham direto à quase nada, e depois de muitos gritos desesperados, conseguiram mudar a História. Só que essa luta passou do limite:

-quiseram os mesmos empregos que os homens

-praticar os mesmos esportes

-ter o mesmo estilo

-fazer as mesmas atividades

Fora que ser homem virou quase um pecado capital, um crime.

“Ui, tinha que ser homem!”

“Homens são todos iguais!”

Então ficou essa loucura absurda de ser igual a nós.

Mas mando um recado pra elas: VOCÊS NÃO SÃO!!!!!!!!!!!!!

Ou, na boa, tem algo de errado no meio das minhas pernas.

 

Todo esse tsunami cultural acabou arrancando as bolas dos machos, e como os genes ficam em constante mudança, gerações de homens com traços femininos nasceram (passividade, sentimentalismo, etc…), assim como mulheres com traços masculinos.

Nessa pegada que muitos ficaram bonzinhos demais.

Medo de puxar assunto, de dizer o que pensa, mostrar o que deseja, tomar iniciativas, e por aí vai.

A intenção do bonzinho é boa, mas o meio, ineficaz.

calma amiguinho, o tio Don te ajuda!

Basta saber que enquanto somos atraídos em geral pela beleza, elas são atraídas pelo nosso comportamento. Por isso que nos testam sutilmente ou até descaradamente.

Confiança, bom-humor, desapego… são diversas qualidades atraentes que já mostrei aqui.

Se você ficar sempre com ciúmes do que ela fala, de quem a olha, parecerá inseguro. Ligando muito para ela, carente. Ficando brabo demais quando ela erra, ou feliz demais quando te da alguma coisa, reativo. Tudo isso te faz perder a linha.

 

Agora.. ela tenta te causar ciúmes, você percebe, e não reage, apenas da risada. Ela toma atitudes que te desagradam, e você, ao invés de brigar e discutir ou guardar rancor, simplesmente chega e fala: olha aqui, sou contra essa tua atitude, por isso, isso, e aquilo. Se quiser continuar assim, não vai dar liga.

PRONTO. FIM DE PAPO. Ok, ouça o ponto de vista dela, mas não ceda contra teus princípios. Esse é o comportamento de um cara que impões limites, barreiras para aqueles que convivem com ele. Tanto faz se forem mulheres ou camaradas. Respeite-se para ser respeitado parceiro, isso é poder.

Aviso que ojogador de verdade consegue observar exatamente o que a mulher precisa. Para isso analisa a linguagem corporal e o que ela fala. Quando ela diz no telefone “não sei se devemos sair hoje, já é meio tarde né?”. Na verdade muitas vezes ela espera ouvir  “tarde nada linda, anda te arruma rápido que tal hora estou passando aí, beijão”. Enquanto outros são passivos, o J.C. toma atitude.

 

Eu diria que o cafajeste tem mais sucesso por possuir tais qualidades: energia sexual, presença\ausência (desapego), forte auto-estima, é selecionado por diversas garotas, não-reatividade, dominâcia.

Mas ele pode apresentar dois problemas: a gata especial desiste dele por não ser levada muito a sério; ou como quer sempre ser “o garanhão”, às vezes deixa de agir naturalmente apenas para conseguir mais outra conquista, mentindo, manipulando, com total falta de consideração com a menina.

Lembram de Ashton Kutcher em “jogando com o prazer”?

Ele é o exemplo perfeito de um cafajeste manipulador que conhece bem o sexo feminino, mas sofre os problemas acima (falta de conteúdo para se relacionar, etc…)

 

Já o bonzinho age de acordo com alguns filmes românticos. Conhece a gata, tenta ser legal, ouve incansavelmente os problemas dela, elogia demais, concorda com tudo. Ele oferece total carinho e atenção. Falta habilidade em demonstrar seu verdadeiro DESEJO (já para o cafajeste é fácil).

Isso me leva a informá-los que tudo que na maioria dos casos ela quer é ver atitude, sentir a possibilidade de ser amada, protegida e desejada. Esse é um segredo das mulheres.

Quando você a trata bem e da CERTA dose de atenção, mostra a possibilidade de amor. Quando tens um bom emprego (ou se dedica a alcançar um), situação financeira tranquila, mostra capacidade de proteção. Quando sabe provocar sexualmente, mostra segurança na masculinidade.

A habilidade está em demonstrar esses atributos de forma equilibrada. Até mesmo ao namorar ou casar, não exagere nessas coisas ou vai tomar um pé na bunda. Faça-a receber por merecimento, assim como o cachorro que só ganha biscoito quando obedece ao dono (pode ser feia tal comparação, mas também somos animais, e diversas técnicas de adestramento são aplicadas aos seres humanos).

 

Chamarei a atenção para a REATIVIDADE.

Devemos controlar nossos impulsos para que eles não nos controlem. A ferramenta para isso é a mente. Quando você sentir certa provocação da gata, saiba responder de boa. Evite levar para o lado pessoal. Garanto que muitas garotas parecem chatas num primeiro contato, mas se você se sair bem na desenvoltura elas acabam beijando seus pés.

Essa é uma característica comum aos Jogadores Caros, a habilidade em não agir por impulso.

Agindo não-reativamente, as pessoas ficam impossibilitadas de preverem sua reação. Você te torna misterioso. Anti-manipulável. Um poderoso chefão de si mesmo e de sua realidade.

Se uma garota qualquer te provoca sensualmente e você não fica babando total…. ou quando ela tenta fazer joguinhos infantis e não fica brabo, mas sabe agir ou expor tua opinião sobre isso… aos poucos vai subindo no conceito dela. Provavelmente tens diversos amigos e mulheres que adoram sua companhia (deixe isso claro sempre!), e caso ela fique com essas atitudes ridículas, manda vazar na mesma hora!

Fale o que pensa e aja de acordo com seu instinto masculino.

Então, ela dará mais valor para sua atenção, sua presença… te dará carinho, sexo de boa qualidade, e piscará sempre no seu celular, pois você nunca precisou enganá-la como um cafajeste sem princípios ou não teve a falta de atitude do bonzinho.

Ela percebe simplesmente que se envolveu com um JOGADOR CARO.

 

Abraço do DON


Análise do Jogador Caro: “só eu invisto na relação”

“Tenho 14 anos e estou com um problema.

Minha namorada cara ela tem 15 anos, nos conhecemos na escola, emprestei um livro pra ela teve uma troca de olhar ae depois pedi o msn.

Fomos nos conhecendo e hoje estamos namorando (legal, jogo natural). 

Mas sei lá cara , acho que ela ta estranha. Não liga pra mim nem manda
sms quem sempre tem que fazer isso sou eu, ela nunca faz (complicou). Nós dependemos do colegio pra se ver (ué não pode combinar de ir ao cinema, tomar sorvete ou ir na sua casa?) e no intervalo ela só fica com as amigas. Tem vez que passa por mim nem olha para minha cara mas quando esta comigo é um doce de pessoa (complicou mais) . Será que ela ta fazendo puxa empurra comigo? (acho que não)

Ela é meio timida  por  isso que não vem falar comigo. Só fica me
olhando de longe e eu sempre tenho que tomar as iniciativas tipo, po
acontece que sou meio timido também. (será que vocês combinam mesmo?)

Mas aos poucos eu to deixando isso de lado. Por incrível que pareça me falta assunto tem vez que fica naquele silêncio constrangedor quando estou com ela e as amigas. (porque falta assunto só para ti? Acho que ela poderia mostrar mais interesse na conversa também)
Até quando estamos juntos só eu e ela acontece isso cara! Me da uma
dica ae quando estamos juntos eu devo conversa sobre o quê? (sei lá jogador fala sobre a bolsa de valores!) 

Vou te passa as caracteristicas dela : ela anda sempre de bom humor
sorriso no rosto,é simpatica, meio timida ,ela não é a do tipo bitch! Porque
essas não são os alvos dos JC , é mulher de verdade (gostei de ver!).

Nós temos pouco tempo namorando, uns 3 meses , ainda não ganhei muita intimidade com ela, tipo pra falar sobre assuntos mais quentes. Entende, me da umas dicas de como ganhar mais intimidade com minha namorada? (abaixo darei)

E isso que te falei deve ser o quê , de ela não olhar pra mim sempre , não ligar nem mandar sms, não vim falar comigo. O que tu acha que isso é  jogador? (mau sinal)

abração ae Don fica com Deus,
e muito obrigado por esse blog fascinante, o manual do jogador caro.
e que Deus ilumine seus caminhos. (obrigado, igualmente)

 

Citando Jack o Estripador, vamos por partes.

Vocês se conheceram e começaram a namorar. PAUSA.

Tiveram um lance ou um namoro?

Porque o namoro é o compromisso firmado entre as partes…

Chegaram a conversar sobre isso? Sobre como estava a relação e o que os dois queriam?

 

Sabe jovem jogador, quando não estamos gostando de uma atitude ou outra da pessoa, devemos chegar e falar na moral.

Só que pelo visto são várias atitudes dela que te desagradam (ou a falta de certas atitudes).

Acho que puxar assunto, telefonar, mandar sms, são formas comuns de mostrar interesse. Ou seja, ela parece bem desinteressada pelo o que me falou. Tanto que é errado se preocupar em sustentar a conversa. Os dois tem esse dever e não apenas você.

Já que me pediu dicas para ter um papo interessante, aqui está= https://omanualdojogadorcaro.wordpress.com/2011/12/13/como-ter-uma-conversa-interessante/

Até entenderia o fato dela não querer ficar junto na escola, mas apenas se isso fosse um mero romance e não um namoro.

 

Sobre a intimidade é o seguinte, você vai criando aos poucos, com beijos mais intensos, carinho aqui, ali, uma pegada mais forte, cada vez avançando mais.

Você só vai descobrir mesmo na prática.

É sempre bom tocar em assuntos sobre sexo (sem parecer necessitado) para mostrar que fica à vontade em falar sobre isso, passando segurança.

 

Te aconselho a trocar uma ideia sadia com ela falando tudo que está pensando e sentindo.

É como sempre falo, melhor ser cortado pela verdade do que viver numa mentira.

Na pior das hipóteses, desencana e parte pra próxima garoto! Afinal de contas, qual a graça numa garota que não te procura, não interage direito e fica de histórinha?

 

Abraço do DON


Mente feminina: a diferença entre mulheres de verdade e as bitch!

Poucos assuntos são tão interessantes quanto falar DELAS.

homenagem do Manual ao dia delas

Claro que não digo por “falar mal”. Isso é para jogadores baratos.

Tipo aqueles que são rejeitados numa aproximação ou até num relacionamento e ficam desdenhando a garota para seus amigos.

Tudo bem, entendo que ela pode ter sido grossa;

Entendo que ela não te tratou com o devido respeito e valor por te trocar no dia seguinte por outro cara, como se tivesse apenas trocado de roupa;

Sei  que  existem manipuladoras baratas, aplicadoras de puxa-empurra psicológico, caçadoras de validação masculina;

Também sei que muitas dessas não se dão o próprio valor… relacionam-se por puro interesse, desde colar na banca da rapaziada que está na balada apenas para beber de graça, ou mesmo aquelas que são mais ambiciosas e assumem um compromisso por puro interesse financeiro;

Fora as atraídas apenas por FAMA.

Mas essas não são os alvos dos Jogadores Caros. Essas são as BITCHES, como diria o mestre Tupac.

Conta pra eles aí PAC!

Admita, ele tinha um ponto de vista interessante…

Mas quero chamar a atenção de você leitor para a mulher de verdade.

Aquela que esbanja feminilidade em todos os momentos.

Que adora falar num nível mais emocional…

Ama a natureza, os animais, comer chocolate…

Dançar, brincar, sorrir, por vezes chorar…

Mulheres que gostam de ser conduzidas nas aventuras do dia-a-dia.

É fascinante se envolver com uma dessas, nem que seja por pouco tempo.

São tão emotivas que levam susto com qualquer brincadeira, ou tampam o rosto quando veem cenas violentas nos filmes.

Jogador que se preze observa o quanto elas são CURIOSAS e usam isso ao seu favor, mesmo para tirar uma onda.

E não pense que por possuírem essas características elas deixam de ser fortes.

Inteligentes, criativas, espontâneas e sinceras.

Normalmente estão estudando ou trabalhando.

Certamente que a personalidade de cada uma pode variar e isso é lindo.

O que fará a diferença mesmo é se VOCÊ vai estar preparado quando encontrar uma dessas, porque tentar manipular o ego será em vão. Métodos de sedução que encontrará na internet serão perda de tempo pois ela não quer movimentos tão estudados ou decorados, apenas um jogador natural e assertivo.

Mulheres de verdade são íntegras e não movidas pelo individualismo.

Aí entra novamente a inter-relação das categorias apresentadas no blog.

É preciso ter auto-estima, qualidades atraentes, estar presente no momento, genuinamente interessado e ainda por cima possuir algumas habilidades sociais para se dar bem.

Uma coisa ligada a outra! Não é fantástico?

Abraço do DON


Principais erros que homens cometem na balada

What´s up??!!!!

Trago hoje um excelente artigo da Real Social Dynamics (http://www.realsocialdynamics.com/)

Para quem não conhece, essa é uma empresa especializada em dinâmicas sociais e vida amorosa (assim como o MDJC), fundada por um sujeito apelidado Tyler Durden – em homenagem ao personagem do filme “Clube da Luta” – e seus amigos.

Você perceberá algumas semelhanças com o Manual, pois eles também focam na naturalidade, na confiança e não em técnicas manipulatórias de ego.

Seguem abaixo os maiores erros que caras inseguros cometem. A maioria deles, na balada:

Escaneamento de aproximação
– Isso acontece antes mesmo da própria aproximação… O cara escaneia a sala procurando uma garota para conversar, vê uma garota atraente, e ai começa a imaginar quaisquer razões para não aproximar. “Ela está com alguém… ela é muito alta… ela está de mal humor…” Bom, você vai errar 100% das tentativas que não fizer, então ao invés de procurar razões para não aproximar, deixe que o processo seja: “Garota… garota gostosa… pegar garota gostosa!!!


Órbita Decadente

– Aqui existe o cara que é decidido a aproximar, mas ao invés de ir diretamente ao seu alvo e abrir dominantemente, ele faz círculos em volta – gradualmente se aproximando e finalmente abrindo com um tapinha tímido. YUK. Quando vejo a garota que quero, eu sou um HOMEM EM UMA MISSÃO. Nada entra no caminho entre eu e ela, e ela sabe disso. Mover dominante e com propósito… deixe a perceber que é um homem que vai atrás do que quer… um homem que agarra no touro proverbial pelos chifres.

O conversador distante
– Algum chute pra qual a distância ideal quando conversando com um garota ( na boate)? A resposta é uma cabeça de distancia… isso é BEM mais perto do que você imagina. Fique confortável estando perto.


Entrando no modo de entrevista

– Jogo é a expressão do próprio, se o holofote estiver nela, por padrão significa que sua expressão própria esta no minimo. Vá primeiro – se coloque pra fora e deixe que ela te siga. Então nada de “O que gosta de fazer?”, vá primeiro e deixe ela seguir… “Eu realmente gosto de esportes” geralmente vai ser seguido por ela respondendo, falando o que ela gosta. Compartilhe sua opinião… não seja um repórter imparcial, deixe-a saber o que pensa “Isso é estranho… me lembra uma vez que…”


Crescendo raízes

– Pessoal, não é “vamos ficar aqui e conversar por 2 horas e depois voltar pro meu.” Não é assim que funciona… é mais assim “Vamos para o bar… agora vamos dançar… agora vamos relaxar… agora de volta pro bar… agora pra fora… agora alguma coisa pra comer… agora de volta pro meu.” Deixe-a com o habito de te seguir nas coisas pequenas primeiro, antes de ir para as grandes. Isso nos leva ao próximo ponto:


Lutando contra a correnteza

– Olha, se você ta conversando com uma garota e ela tiver ali com um copo vazio, tenho notícias pra você – alguma hora ela vai ir até o bar. Você pode segura-la num lugar por certo tempo até que ela sinta sede. Se uma garota gosta de dançar… você vai conseguir segura-la no sofá por certo tempo ate que ela queira ir dançar. Se ver uma garota olhando pelos amigos… ela vai ir procurar eles não importa o quanto charmoso seja. Ao invés de lutar contra a correnteza e tentar segura-la, trabalhe como momento dela. Significando, quando ver um copo vazio diga “estou com sede, vem comigo ao bar”. Quando vê ela procurando os amigos, antecipe-se andando com ela para procura-los “ei, seus amigos sumiram… vamos procurá-los”. Fala sério, o que ela iria dizer…”não”, ”vai se fu***” ??

Gire as rodas

– Certo, você ta na balada, a garota ta no espirito da festa e realmente gosta de você. Bom, não importa o quanto interessante você seja, só é possível uma conversa amigável por tanto tempo, alguma hora vai ficar ENTEDIANTE. Ou pior ainda, vai pensar que é um cara que tem medo de avançar. Isso é TÃO comum: menino gosta de menina… menina gosta de menino… menino e menina conversam por uma hora… menino faz nada pra demonstrar interesse, tanto fisicamente quanto verbalmente… menino e menina se separam. Menina conclui que menino não gosta dela, se sente insegura, desenvolve um distúrbio alimentar.

Discurso de preenchimento
– Acontece quando o cara tem medo de revelar sua pessoa e os próprios pensamentos, então ele procura preencher a conversação com estímulos externos, “é a luz desse bar é muito legal… o dj dessa noite é muito bom… é eu to bebendo vodka”. Pare de se esconder – diga o que realmente tem na sua mente.


Não comunicar interesse

– Vou deixar isso simples. A garota não vai gostar de você até você gostar dela. A garota não vai saber que gosta dela, até que DEMONSTRE que gosta dela. E você pode demonstrar verbalmente ou não – mas se tiver um problema com isso, faça agora mesmo uma resolução que as próximas 100 garotas que conversar vai dizer que “você é gata”, “você é sexy” ou “eu gosto de você”. PONTO… SEM EXCEÇÕES…

Sem físico
– Bem simples, fique BEM confortável com a escalação física. Como? Seja tocador( touchy). A prática leva a perfeição… não é complicado.

Assumindo o Fora
– ARGH, não sei quantas vezes já vi um cara ejetar de uma garota que gostava dele apenas pra dizer “verdade? Você acha que ela tava afim de min?” depois de apontar o óbvio. Pessoal – se ela ta falando com você ta interessada. É simples assim. Pra ser claro – ela ta afim de você a não ser que faça brutalmente claro o contrario.

Ignorando os Amigos
– Tome um minuto pra se introduzir e conversar com os amigos, isso vai deixar seu trabalho bem mais fácil adiante.

Sem tentar fechar
– Assuma que vai fechar (dar um beijo, pegar o telefone, levar para outro lugar), tenha verificação de uma forma ou de outra. Sem exceções.

E finalmente…
Se importar com o que outros pensam – Repita: EU NÃO DOU A MINÍMA PRO QUE OS OUTROS PENSAM.
Muito bem, agora fala com vontade.

É isso aí rapaziada, muitos de nós já cometemos algum desses deslizes, agora você sabe que são atitudes de um Jogador barato!

abraço do DON!


Perfil de um Jogador Caro: Mr. Catra

É meus amigos…

 

Quem acompanha o blog sabe que o MDJC nunca foi e tão pouco pretende ser politicamente correto.

Viemos com a proposta de reflexão, enxergar novos horizontes, julgar menos e extrair tudo aquilo que é positivo.

Por esses motivos que traçamos hoje o perfil dele, o tal “rei do funk”, “pica das galáxias”,

Mr. Catra!

A primeira vez que vi a existência desse cidadão foi quando ele apareceu no programa – um tanto quanto sensacionalista – da Sra. Luciana Gimenez, o tal “Superpop”.

Um funkeiro era duramente criticado por assumir que mantinha relacionamentos amorosos ao mesmo tempo.

Primeiro pensei: “Que figura!”

Segundo: “Malandro, faz o golpe de marketing dele, tá certo.

Com o desenrolar da entrevista, pude perceber que ele era convicto mesmo de suas ideias.

Sustenta nada mais nada menos do que 20 filhos, algumas mulheres, e pelo que parece, dá conta do recado.

Sem enganar ninguém, com pura transparência.

Não sou a favor da infidelidade, mas sou contra a falsidade.

Esse foi o primeiro motivo para trazê-lo ao Manual. Ele é autêntico.

(Aliás, o segundo motivo, pois o primeiro veio da sugestão de um leitor)

Catra teve plena consciência da sociedade em que vivemos, dos costumes, tradições, com certeza absoluta que o tempo todo seria criticado, julgado e se possível, condenado por muitas pessoas.

Você tem essa coragem?

De assumir seus desejos, seus princípios e objetivos? Ou prefere vestir uma máscara dependendo para onde vai?

Muitas pessoas, inclusive eu mesmo, cometem o erro de desdenhar certas canções ou estilos musicais.

Essa letra é sem cultura!”; “Pagode é música de corno!”; “Funk é baixaria“; “Eletrônico é um saco!”; “Rock é coisa de maluco!”; “Rap é coisa de malandro”; e por aí vai.

O que na verdade importa é simplesmente isso: o estado que aquela melodia deixa você.

Basta perceber quanta gente adora uma música em inglês mesmo sem entender nada.

O pagode/sertanejo são dançantes, exalam sentimentos de graça, carinho, conquista…

Eletrônico coloca para cima, passa estilo, entusiasmo…

Rap pode evolver muita coisa, desde um protesto até pura tiração de onda…

Rock libera, derruba as barreiras sociais da matrix, esculacha…

E o funk jogador… o funk desinibe, faz zoação, atiça a energia sexual!

Todos temos o direito de ir e vir, e ouvir o que mais nos apetece.

Apesar de não ser grande fã, percebo o valor do funk. É quase uma dança do acasalamento.

Ritmos sensuais que fazem parte de um gênero  brazuca, 100% produzido em solo nacional.

O samba também o é, mas aquelas batucadas tiveram suas raízes na África.

Mr. Catra mistura a batida do funk com letras que falam de sexo, sacanagem, prazer.

Segundo ele, “sacanagem nada mais é do que sexo com alegria“.

Apesar de já ter feito muitas letras sobre o dia-a-dia na favela, admite que não adianta falar sobre sangue para sempre, isso já passa no noticiário todo dia.

Concordo.

Se suas músicas esquentam as noites da galera, ele está fazendo o bem! Do contrário, não veríamos centenas de mulheres totalmente enlouquecidas ao ouvi-lo.

E não, não me diga que é por causa da fama. É porque ele resgata toda a masculinidade de um Jogador Caro que quer tirar onda e dar às mulheres aquilo que desejam.

Diz que é mentira!

Assim como de lei, os Jogadores Caros que participam desta sessão do blog cometem diversos deslizes e falhas.

Catra curte ficar muito louco, não sabe responder a todas as críticas, já faltou diversos compromissos com casas noturnas, dizem ter se envolvido com a malandragem da favela, e por aí vai.

Mas as qualidades que citei anteriormente, somadas a sua espiritualidade, risada espontânea e divertida, compreensão das diferenças entre o masculino e o feminino, parceria com diversos artistas de respeito e total AUTENTICIDADE, fazem desse funkeiro, sem dúvida alguma, um JOGADOR CARO!

abraço do DON

 

Atenção:

*o COACHING DO MANUAL DO JOGADOR CARO está quase encerrando as inscrições para a próxima turma, que inicia em menos de UMA semana rapaziada!

Quer evoluir como pessoa? Aprender conceitos fascinantes? Ter mais desenvoltura? Conhecer qualquer mulher de forma natural e autêntica? Passar por desafios e se tornar alguém com uma energia extremamente poderosa e atraente?

Então não perca tempo e garanta sua participação.

Informações mais detalhadas sobre os tópicos abordados e formas de pagamento no e-mail: omanualdojogadorcaro@gmail.com


[vídeo] Don Conejo tira suas dúvidas – parte 1

Dúvidas de hoje:

-Como lidar com quem atrapalha seu desenvolvimento pessoal
-Qual tipo de jogo é o melhor para atrair as mulheres
-Como ser mais comunicativo

Na próxima postagem, a parte 2, com outras dúvidas bem interessantes, fiquem ligados!

 

Atenção:

*o COACHING DO MANUAL DO JOGADOR CARO está com vagas abertas para a próxima turma que inicia em UMA semana rapaziada!

Quer evoluir como pessoa? Aprender conceitos fascinantes? Ter mais desenvoltura? Conhecer qualquer mulher de forma natural e autêntica? Passar por desafios e se tornar alguém com uma energia extremamente poderosa e atraente?

Então não perca tempo e garanta sua inscrição.

 

https://omanualdojogadorcaro.wordpress.com/about/

Informações mais detalhadas sobre os tópicos abordados e formas de pagamento no e-mail: omanualdojogadorcaro@gmail.com

Abraço do DON!


Gráfico demonstra como ELAS curtem ser tratadas

Como você acha que se conquista uma garota?

1- fazendo-a rir?

2- sendo você mesmo?

3- respeitando-a?

4- cuidando de um cãozinho?

5- impressionando seus pais?

Segundo o site acidez feminina, nenhuma das alternativas acima.

Veja com seus próprios olhos o que as ladies esperam de nós segundo ELAS:

Só posso largar uma gíria aqui de Floripa: “se tu diz“!!!!!

Claro que é com bom humor que verificamos esse gráfico né turma?!

MAS costumo falar que mulheres em muito se assemelham às crianças.

Olham para cima para lembrar de algo;

Adoram brincar;

Curtem dançar…

E, sem dúvidas, se você dá atenção demais, elas se acham (também não vai ignorar demais, senão a fila anda!)

 

Palmas para as autoras do gráfico!!

Clap clap clap.

abraço do DON